O Brasil é o país do futebol. Não é à toa que somos um dos maiores consumidores de FIFA e PES do mundo, mas mesmo assim nem todo gamer curte este esporte que é considerado uma paixão nacional. Se você se enquadra neste perfil acompanhe agora nossa análise sobre Handball 17.

Visão geral

O jogo traz 82 times oficiais de Handball. Quanto as ligas, estão presentes as competições francesas, alemãs e espanhola. O jogo também passou por melhorias gerais, sendo mais bonito e fluido que seu antecessor.

Modos de jogo

Há quatro modos de jogo: Carreira, Temporada, Partida Local e Online. Em Carreira você cria seu próprio personagem (tom de pele, formato do corpo, cabelo, barba e cor dos olhos), customiza-o com acessórios e dá um número a sua camisa. Após completa-lo as partidas ficam disponíveis. Ao longo do progresso é possível melhorar as skills (habilidades do personagem) através dos pontos ganhos ao conquistar desafios (metas próprias do jogo). Em Temporada o jogador acompanha as partidas das ligas citadas anteriormente em busca da vitória. Em Partida Local é possível jogar contra a máquina ou um player 2. Já o modo Online permite partidas contra amigos ou demais usuários do game.

Jogabilidade

Handball 17 é bastante acessível. Os comandos são bem simples sendo necessário pouco tempo para aprender como se joga e começar a marcar gols. É preciso ficar de olho da stamina do personagem para não cometer um passe na hora errada e perder a jogada, como também é importante defender e criar barreiras para impedir os gols, já que a maioria dos saques são após saltos dos jogadores. Mesmo com as melhorias a I.A. dos goleiros ainda pode melhorar, pois em alguns momentos perdem a bola de maneira inexplicável, literalmente saindo da frente do gol e defendendo na direção oposta. Falando em goleiros, também existem áreas chave (após algumas horas jogando é possível identificá-las) que facilitam os gols.

Som e narração

A plateia não é tão vibrante quanto em um jogo de Handball de verdade, diferente do narrador que demonstra emoção de acordo com os acontecimentos da partida. Já dentro da quadra o silêncio toma conta do lugar. O impacto do passe de bola é muito baixo, assim como o caminhar dos jogadores no salão. A ausência do barulho agudo do atrito do tênis no chão incomoda, mas felizmente elementos como o apito de falta e algumas cornetas na plateia estão presentes para colaborar no realismo.

Gráficos

Os gráficos não decepcionam. As quadras são muito bonitas e os jogadores são bem modelados, e esta qualidade fica mais visível nas comemorações e nos saques de gol.

Conclusão

Handball 17 desenvolveu e está mais divertido que seus antecessores, por isso é o jogo ideal para conhecer a franquia. Os quatro modos de jogo são o grande destaque, sendo perfeito para fãs e ao mesmo tempo convidativo para novatos. Questões técnicas como I.A. dos goleiros ou melhor som ambiente existem, mas não irão atrapalhar a jogatina.


Nota: 7.5

Comentários no Facebook